SUS vai fornecer quatro novos remédios para tratamento da psoríase

Recentemente, o Sistema Único de Saúde (SUS) passou a disponibilizar quatro novos remédios para o tratamento de paciente com psoríase. Todos esses quatro remédios serão ofertados de forma gratuita, sem a necessidade do pagamento para uso.

A liberação desses 4 (quatro) novos medicamentos foi possível com a atualização do Protocolo de Diretrizes Terapêuticas (PCDT) de psoríase em setembro de 2019, logo depois da consulta pública feita pela CONITEC – Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologia no SUS. 

De acordo com o Ministério da Saúde, essas novas opções de tratamento são alternativas para casos mais graves ou para aqueles pacientes onde os medicamentos já ofertados não estão fazendo efeito. O Sistema Único de Saúde (SUS) já disponibilizada os medicamentos com o uso do cartão SUS 2020, porém, tinham indicação para tratamento de outras doenças, e não para a psoríase.

Veja a seguir os quatro medicamentos fornecidos para o tratamento da psoríase estão:

  • Adalimumabe: Indicado para a primeira etapa do tratamento após falha da terapia padrão da doença;
  • Secuquinumabe: Indicado para a segunda etapa do tratamento após falha da primeira;
  • Ustequinumabe: Assim como o secuquinumabe, este terceiro medicamento é também indicado para a segunda etapa do tratamento, caso haja falha na primeira fase;
  • Etanercepte: Esse quarto medicamento é indicado para o tratamento de crianças que estão na primeira etapa do tratamento, quando houver falha da terapia padrão. 

Essa nova atualização do protocola aumenta o arsenal terapêutico para o enfrentamento da doença, gerando outras possibilidades de tratamento tanto para o paciente como também para o profissional de saúde.

Mas é importante lembrar que esses medicamentos, somados aos tratamentos médicos e sessões de fototerapia, não curam a doença, apenas melhoram as leões. Vale destacar também, que o melhor método e administração de remédios é totalmente feito com base na avaliação clínica, feita exclusivamente entre médio e paciente. 

Sobre a Psoríase

A psoríase é uma doença crônica da pela caracterizada por placas avermelhadas ou róseas, recobertas por escamas esbranquiçadas, que afeta a pele, as unhas e pode acometer as juntas. Ao contrário do que muitos pensam, a psoríase não é uma doença contagiosa. Ela pode ocorrer em qualquer idade, tanto em mulher quanto em homens. 

Voltamos a ressaltar que, até o momento a psoríase é uma doença que não tem cura. Há apenas tratamentos para diminuir e melhorar as lesões na pele. Desde então, são ofertados tratamentos como: fototerapia e fototerapia com fotossensibilização. Além dos 4 (quatro) novos remédios, o SUS disponibiliza os seguintes medicamentos: ciclosporina (cápsulas ou solução oral), metotrexato (comprimido ou injetável), acitretina (cápsulas), calcipotriol (pomada), clobetasol (creme) e dexametasona (creme).